Art & Language

O grupo Art & Language (arte e linguagem) foi fundado em 1968 pelos artistas Terry Atkinson, David Bainbirdge, Michael Baldwyn e Harrold Hurrel. Influenciados por pensadores como Ludwig Wittgenstein, Karl Marx ou Thomas Kühn, realizam trabalhos conceptuais (cartazes, colagens, desenhos) que estabelecem jogos de significados com as palavras. A partir de 1969, estes artistas publicam uma revista que adota o nome do próprio grupo e que assumia intenções de divulgação dos seus trabalhos.
Com a participação do americano Joseph Kosuth (1945-) o grupo divide-se em duas fações, uma britânica e outra americana, perdendo a sua energia inicial. Mais tarde, durante os primeiros anos da década de oitenta, o grupo Art & Language conhece nova vitalidade, sob o impulso dos ingleses Michael Baldwyn (1945-) e Mel Ramsden (1944-), cuja estreita e ambígua colaboração se torna num meio para questionar o conceito de génio individual.
Alguns dos seus trabalhos são ecléticas reinterpretações de quadros históricos, realizadas dentro do estilo do original, de que são exemplo as séries "Portraits", "Studios" e "Otages", trabalhos nos quais o próprio título constitui a mais importante chave interpretativa. Já nos anos 90, os artistas realizam quadros monócromos sobre reproduções de telas antigos, tais como "Index (Now they Are)" ou "Hostage LXXV".
Como referenciar: Porto Editora – Art & Language na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-11-28 02:08:12]. Disponível em