As Mulheres de Troia

Obra de Fonseca Lobo publicada em 1989. Diante das ruínas fumegantes de Troia invadida pelos Gregos, a rainha deposta, Hécuba, exorta as nobres troianas, em breve transformadas em escravas, à vingança. Em relação textual com a Hécuba de Eurípedes, nesta nova versão sobre a guerra de Troia, de um Menelau, que coloca em questão a necessidade da guerra, a um Ulisses que, vendo todas as troianas auto-imoladas pelo fogo, percebe que deverá partir sem despojos de guerra, paira a dúvida sobre se esta guerra em que os heróis foram joguetes da vontade divina valeu a pena.
Como referenciar: As Mulheres de Troia in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-20 08:29:49]. Disponível na Internet: