Associação Internacional Operária

A Internacional, como é denominada, é uma congregação das associações formadas para unir as diversas organizações comunistas de todo o Mundo. A Primeira Internacional surgiu em Londres no ano de 1864, reunindo os trabalhadores industriais de França e de Inglaterra, da qual resultou a fundação da International Working Men's Association presidida por Karl Marx, na altura residente na cidade de Londres. Desde o início a fação anarquista seguidora de Pierre Joseph Proudhon e de Mikhail Bakunine criticou o modelo comunista apresentado por Karl Marx, e acusou-o de ser um ditador. No Congresso de Haia de 1872, Bakunin foi expulso, mantendo-se a hegemonia de Karl Marx.
Em 1889 foi reunida a Segunda Internacional, cem anos depois da Revolução Francesa, inspirada no Manifesto Comunista, da autoria de Karl Marx. Este ideólogo no Congresso de Londres de 1896, onde foram expulsos os anarquistas, reafirmou a sua liderança à frente da Internacional, e os marxistas germanos triunfaram sobre os demais comunistas.
A Terceira Internacional, também designada por Internacional Comunista, foi organizada após a Revolução Russa de Lenine, em março de 1919, para promover e difundir o modelo comunista russo. Grigory Zinoniev que foi então eleito presidente, nomeou um comité para assegurar a continuidade destes congressos. Em 1920 reuniu-se um segundo congresso fiel a Lenine, contudo, o seu promotor faleceu em 1924 e foi substituído por Estaline.
Trotsky inaugurou a Quarta Internacional, marcada pela oposição a Estaline, mas em 1940 foi assassinado. Os comunistas belgas tomaram o controlo desta reunião comunista, da qual não obtiveram grande sucesso. Em 1947, a USSR e os partidos comunistas reuniram-se na Polónia, mas o Cominform (Comunist Information Bureau) foi dissolvido por Nikita Khrushchev, em 1956.
Como referenciar: Associação Internacional Operária in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-17 22:33:50]. Disponível na Internet: