Astana


Aspetos Geográficos
Cidade e capital do Cazaquistão, Astana localiza-se na zona central do país, mais propriamente numa região de estepe semi-desértica que abarca grande parte do território do país. A cidade está numa elevação de 347 metros e é banhada pelo rio Ishim. É uma das capitais mais frias do mundo, com invernos muito rigorosos, chegando a registar-se temperaturas de -35 º ou -40 ºC. Possui uma população de aproximadamente 600 000 habitantes (2004).

História e Monumentos Uma unidade de tropas cossacas siberianas fundou um forte numa elevação junto ao rio Ishim em 1824, que viria a tornar-se a cidade de Akmola. Começou por ser um mercado de gado, mas no início do século XX tornou-se um importante entroncamento de caminhos de ferro, o que lhe proporcionou um grande crescimento económico. Na década de 50, tornou-se o centro de um projeto soviético para o aproveitamento agrícola das chamadas Terras Virgens da Sibéria, mudando o seu nome em 1961 para Tselinograd. Em 1991, quando o Cazaquistão se tornou independente da União Soviética, a cidade voltou ao nome de Akmola, para mudar novamente em 1998 para Astana, quando se tornou a capital do país (a capital anterior era Almaty). A mudança de capital prendeu-se, entre outras razões, com a necessidade de uma cidade mais central em termos nacionais e para poder haver um maior controlo sobre uma região com forte domínio russo. A transformação da cidade foi feita através de um dos maiores e mais caros projetos de urbanização do mundo, financiado com dinheiro do petróleo e impulsionado pelo presidente Nazarbayev. A qualidade arquitetónica dos novos edifícios é bastante boa. Nos monumentos, destacam-se o Centro Islâmico e a Catedral (católica ortodoxa).

Aspetos Turísticos e Curiosidades
A cidade pode ser dividida, grosso modo, em várias áreas diferentes: a norte da linha de caminho de ferro, que atravessa a cidade numa orientação oeste-este, é uma área mais industrial e de residências humildes; entre a linha de caminho de ferro e o rio Ishim fica o centro da cidade, onde ocorre intensa construção de edifícios; para oeste e para este ficam áreas residenciais de melhor qualidade com parques. Para sul do rio fica uma nova área de infraestruturas governamentais. No centro da cidade, a Avenida da República funciona como a artéria principal, foco da maioria das atividades, incluindo o comércio (cafés, restaurantes, discotecas e até casinos). Destacam-se ainda os seguintes locais de interesse: Oceanário, Mercado, Torre Bayterek e Mesquita Nacional de Astana.


Economia
Os domínios político e governamental constituem as principais atividades económicas desta cidade que constitui uma Zona Económica Especial. A indústria mais importante é a ligada aos couros. É também um importante interface ao nível dos caminhos de ferro, não só a nível nacional, mas também a nível internacional, nomeadamente com as suas ligações à Rússia e à China.
Como referenciar: Astana in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-19 17:16:39]. Disponível na Internet: