ATARI

A Atari Corporation, fundada por Nolan Bushnell, Ted Babney e Larry Bryan, iniciou funções a 27 de junho de 1972. O seu nome, "Atari", ficou a dever-se a uma das palavras utilizadas num jogo japonês, "Go", que os dois primeiros fundadores gostavam de jogar.
No ano do seu aparecimento, lança o "Pong", um jogo de vídeo baseado no ténis de mesa cuja popularidade ainda hoje é conhecida.
O desenvolvimento da empresa criou a necessidade de um maior investimento para continuar com os seus projetos e em 1976 a empresa foi vendida à Warner Communications. Em 1977, surge no mercado o VCS (Video Computer System). No ano seguinte, a empresa tenta entrar no mercado dos PCs, já que dispunha de experiência técnica no ramo - como o 8-bit, Atari 400 e Atari 800 - mas a concorrência era muita, existiam já empresas como a Apple (criada por ex-funcionários da Atari - Steve Jobs e Steve Wozniak - que viram o projeto do seu primeiro computador rejeitado pela empresa), a IBM, a Tandy e a Commodore. A partir de 1979, os jogos de vídeo começaram a conquistar mais a adesão do público e a empresa continuou a lançar jogos novos e a comprar o direito de outros.
A concorrência era forte e a Atari teve de contar com uma grande competição, especialmente no que se refere a jogos de vídeo uma das grandes concorrentes era a CBS Electronics cujos aparelhos eram compatíveis com os jogos da Atari e a qual tinha jogos que não eram compatíveis com os VCS da Atari. Nessa altura, esta ripostou com o VCS 2600.
De 1980 a 1983, a empresa lutou pela sua sobrevivência e neste último ano lançou a nova versão do seu computador a que chamou XL (Extended Line). Desta linha saíram o 600XL, 800XL, 1200XL, a par com o VCS 5200 e o 1450XL. O último sistema a ser lançado foi o VCS 7800.
Em 1984 a Warner Company vende a Atari a Jack Tramiel que reestruturou a empresa dividindo-a em duas, rejeitando a Arcade Division of Atari (parte da empresa que produzia os jogos) que ficou para a Warner. A intenção de Tramiel era lançar novamente no mercado os sistemas de 8-bit para competirem com outros sistemas do mercado, como os da Commodore. Pela mesma altura, surgiam no mercado britânico os sistemas Spectrum, que ganharam grande fama e fizeram muito sucesso.
No ano seguinte, após o rompimento do compromisso feito entre a Warner e a Amiga Inc. para o desenvolvimento de computadores, a Commodore (onde Tramiel já tinha trabalhado) entra em acordo com a Amiga Inc.. Para fazer frente a esta associação, a Atari teve de desenvolver uma nova linha de computadores que precisava de entrar no mercado antes da dos concorrentes. É então que a empresa de Jack Tramiel lança o 520ST. Foi um sucesso no mercado de computadores pessoais. Possuía uma drive de alta densidade, uma drive de disquetes de 3.5", monitor mono ou policromático e um rato STM1.
Em 1986, com o sucesso de empresas como a Sega e a Nintendo, duas companhias de consolas de jogos, Jack Tramiel resolveu relançar a VCS 7800 ProSystem que alcançou o sucesso, mas pouco depois foi considerado um sistema de jogos de vídeo ultrapassado, uma vez que tinha já alguns anos.
Não desistindo de tentar penetrar no mercado das duas grandes concorrentes, a Atari lança em 1989 uma consola portátil chamada Lynx (backlit-LCD-colour) que fez tremer a concorrência. Ainda no mesmo ano, lança no mercado a marca "ARC" (software) de jogos de vídeo que sobreviveu até 1991.
Em 1993, a Atari põe no mercado o seu último produto, a consola Jaguar. Com a produção em massa de PCs, o aparecimento de novas empresas como a Gateway e o surgimento do sistema operativo Windows, a Atari não tinha capital nem meios para fazer face à concorrência.
Em 1998, a Harbo Interactive comprou a Atari. Esta empresa continua a vender alguns dos produtos da Atari por exigência do mercado.
Como referenciar: ATARI in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-19 04:04:19]. Disponível na Internet: