atitudes

As atitudes são consideradas predisposições internas (do próprio organismo), estáveis e duradouras, para que as pessoas se comportem ou reajam de determinada forma em relação a outras pessoas, objetos ou situações específicas.
Para o psicólogo americano Gordon Allport, o conceito de atitude é o mais importante dentro da psicologia social, sendo esta, para ele e muitos outros psicólogos, o estudo científico das atitudes dos humanos.
A grande maioria dos estudiosos ditam que as origens das atitudes são culturais (tendemos a assumir as atitudes que prevalecem na cultura em que nascemos e crescemos), são familiares (parte das nossas atitudes são adquiridas dentro da estrutura familiar e passam de geração em geração) e são pessoais (porque também são resultantes da nossa própria experiência). Contudo, para os psicanalistas elas têm origem principalmente nas relações familiares. Do ponto de vista da Psicologia Social, as escolas e todas as instituições educacionais, a influência da autoridade, a publicidade e de uma maneira geral, todos os agentes que contribuam para a mudança do nosso comportamento, são considerados causas importantes para a formação das atitudes dos humanos.
Uma atitude comporta três componentes: representa uma tendência para agir de determinada forma (tendência de resposta manifesta), inclui uma crença ou um conjunto de crenças (componente ideacional) e, por último, comporta uma componente afetiva uma vez que uma pessoa tem sentimentos definidos acerca das pessoas, objetos ou situações com que a atitude está relacionada.
Uma vez que as atitudes diferem em muito umas das outras, houve a necessidade de criar técnicas para a sua avaliação. Assim, os psicólogos surgiram com vários tipos de escalas de atitudes que avaliam o grau e a intensidade das atitudes ou opiniões e medem fatores importantes como a família, a educação, a saúde e, por exemplo, a política. São escalas que podem ser aplicadas individualmente ou em grupo. Uma das mais importantes é a escala de atitudes do psicólogo americano Louis Leon Thurstone (1929).
À parte de adquirirmos novas atitudes ao longo do nosso desenvolvimento, outras vão sendo modificadas de acordo com o que vamos experimentando. É muito complicado ocorrer uma mudança de atitude num indivíduo caso esta tenha um grande significado para o sujeito. Um indivíduo muda uma atitude sua, quando mudam os fatores que a originam e, portanto, a importância que se lhe dá.
Como referenciar: atitudes in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-25 13:37:17]. Disponível na Internet: