Ban Ki-Moon

Governante e diplomata sul-coreano, Ban Ki-Moon, nascido a 13 de junho de 1944, em Chungju, na Coreia do Sul, assumiu o cargo de secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) a 1 de janeiro de 2007.

Ban Ki-Moon tem no seu currículo um bacharelato em Relações Internacionais, obtido na Universidade de Seul em 1970, e, quinze anos mais tarde, concluiu um mestrado em Administração Pública na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos da América (EUA).
Na década de 60 do século XX, durante um período em que, enquanto estudante, esteve nos Estados Unidos, Ban Ki-Moon conheceu o então presidente norte-americano John F. Kennedy e foi a partir dessa altura que resolveu seguir a carreira de diplomata.

Após concluir os estudos, em maio de 1970 ingressou no Ministério dos Negócios Estrangeiros, onde deu início à sua carreira diplomática. Começou por ficar colocado em Nova Deli, na Índia, de onde passou, em 1975, para representante da Coreia do Sul nas Nações Unidas, cuja sede é em Nova Iorque. Em 1991 chegou a diretor do departamento sul-coreano na ONU.

Entretanto, por duas vezes foi nomeado embaixador da Coreia do Sul nos EUA, tornando-se também conselheiro do presidente do seu país em matérias de segurança nacional e de política externa. Paralelamente, desempenhou diversas funções em cargos respeitantes ao relacionamento entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte. Foi também um dos principais responsáveis pela preparação da presidência da Coreia do Sul na 56.ª Assembleia-Geral da ONU, que se iniciou a 12 de setembro de 2001.

Em janeiro de 2004, Ban Ki-Moon foi nomeado ministro dos Negócios Estrangeiros da Coreia do Sul e, cerca de dois anos mais tarde, em fevereiro de 2006, anunciou a sua candidatura ao cargo de secretário-geral das Nações Unidas, em substituição de Kofi Annan.

A 9 de outubro desse ano o Conselho de Segurança da ONU acabou por escolher Ban Ki-Moon como novo secretário-geral. O diplomata sul-coreano tomou posse a 1 de janeiro de 2007 e manteve o cargo até dezembro de 2016, sendo sucedido a 1 de janeiro de 2017 pelo português António Guterres.
Como referenciar: Ban Ki-Moon in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-24 12:03:43]. Disponível na Internet: