Bartolomeo Ammannati

Arquiteto e escultor maneirista italiano, Bartolomeo Ammannati nasceu em 1511, em Settignano, e morreu em 1592, em Florença. Foi aprendiz de Bandinelli e de Sansovino, notabilizando-se tanto pela sua obra escultórica como arquitetónica. Iniciou a sua carreira em Pádua e noutras cidades italianas, mas a sua obra principal encontra-se em Florença, para onde foi chamado pelo Grão-Duque da Toscânia para ampliar o palácio Pitti (1558-70). Ammannati acabou por reconverter inteiramente o edifício, criando uma obra prima da arquitetura maneirista e um modelo para edifícios semelhantes.
Ainda nesta cidade, são de referir a Ponte Santa Trindade (1567-70) sobre o rio Arno, considerada a sua melhor criação no campo da arquitetura, ou a escadaria da Biblioteca Laurenciana (1560), que desenvolveu segundo esboços de Michelangelo.
Da sua obra escultórica, destacam-se a fonte na Piazza della Signoria em Florença, representando um Neptuno em mármore e ninfas de bronze, as esculturas dos jardins das villas Pratolino e Castello, em Roma, ou a escultura de Leda com o Cisne, atualmente no Museu Nacional Bargello em Florença.
Ammanati foi casado com a poetisa Laura Battiferri.
Como referenciar: Bartolomeo Ammannati in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-23 15:47:13]. Disponível na Internet: