Basseterre


Aspetos Geográficos
Cidade e capital de São Cristóvão e Nevis, Basseterre situa-se na costa sudoeste da ilha de São Cristóvão, nas Caraíbas Orientais, do grupo de ilhas do sotavento. Porto marítimo, fica geograficamente muito baixa, o que justifica o nome que tomou. Possui uma população estimada de 15 500 habitantes (2005).

História e Monumentos Basseterre foi fundada em 1627 pelos franceses, tendo servido como capital da colónia de São Cristóvão, que consistia nas extremidades norte e sul da ilha de São Cristóvão. O centro da ilha era controlado pelos ingleses. Phillipe de Poincy, governador francês em 1639, transformou a cidade num grande porto de comércio e de colonização, fazendo dela a capital de toda a colónia francesa das Índias Ocidentais (que incluía as ilhas de Guadalupe e de Martinica). Em 1713 foi feita capital de toda a ilha, ao que se seguiu a saída dos franceses da mesma e o controlo total por parte dos ingleses. A cidade foi reconstruída após um incêndio ocorrido em 1867, apenas uma das muitas tragédias que afetaram a cidade (guerras, terramotos, cheias, etc.). A cerca de 13 km da cidade encontra-se Brimstone Hill, uma fortaleza erguida no cimo de um rochedo que demorou cem anos a construir e foi abandonada em 1852. Este é um dos monumentos mais importantes das Caraíbas Ocidentais.

Aspetos Turísticos e Curiosidades
Basseterre é uma cidade muito pequena, com quatro avenidas principais. Possui ainda dois centros: "o Circo", girando em torno do turismo, e a Praça da Independência, que inclui a catedral, o tribunal e a maioria dos edifícios mais antigos. Entre os seus principais pontos de interesse, merecem destaque a Igreja Anglicana de São Jorge, a Catedral da Imaculada Conceição, o Museu Nacional, o Museu da Fábrica de Açúcar e os mercados público e o de Amina Craft. É uma das mais antigas povoações das Caraíbas Orientais.

Economia
É o centro industrial e comercial da ilha, sendo também o maior porto marítimo. A principal indústria era a refinação de açúcar, sendo também a principal exportação. Contudo, devido a dívidas altas e outras vicissitudes, a indústria foi obrigada a fechar em 2005. Outras indústrias incluem o rum, a cerveja e os aparelhos eletrónicos. É também sede dos Seguros das Caraíbas Orientais que segura diversas empresas daquela região.
Como referenciar: Basseterre in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-06-01 22:47:38]. Disponível na Internet: