Batalha do Caia

Caia é o nome de um rio de Portugal que nasce na vertente sul da serra de S. Mamede, freguesia de Reguengo, distrito de Portalegre e desagua no rio Guadiana, na freguesia de Santo Ildefonso, concelho de Elvas, próximo de Badajoz.
Era junto deste rio e na ponte que o atravessa que, outrora, em Badajoz, se realizava a entrega das princesas portuguesas e espanholas, aquando do seu casamento com um monarca do outro reino.
Junto a este rio travou-se, em 1709, uma batalha entre o exército luso-anglo-holandês, comandado pelo general Lord Galloway, e o exército franco-espanhol, comandado pelo duque de Berwick, com resultados desastrosos para os segundos. Esta batalha, entre muitas outras, surgiu em consequência da crise de sucessão dinástica que assolou a Espanha, por morte de Filipe V, a 17 de setembro de 1665, subindo ao trono o seu filho menor, Carlos II.
Porém, as ambições ao trono de Espanha manifestaram-se, desde cedo, por parte de muitos soberanos europeus, entre os quais se destacaram o rei de França, Luís XIV, o imperador da Áustria, Leopoldo I, e o rei de Portugal, D. Pedro II.
Com a morte de Carlos II de Espanha, a 1 de novembro de 1700, sobe ao trono o duque de Anjou, Filipe V de Espanha, filho de Luís XIV.
O monarca de França, prevendo uma guerra e na tentativa de a evitar, assinou um tratado de aliança com Portugal, a 18 de junho de 1701, que já tinha reconhecido Filipe V como rei de Espanha, no qual o monarca português era obrigado a defender a posse da monarquia espanhola nas mãos do novo rei, contra a ameaça de qualquer potência estrangeira; em troca, a França ajudaria Portugal militarmente.
Porém, como a França não cumpriu o prometido, em 1702 D. Pedro II juntou-se às forças aliadas que estavam contra o monarca francês, constituídas pelo imperador da Áustria, Leopoldo I, pelo rei de Inglaterra, Guilherme III, e pela Holanda. Estes aliados firmaram, em Haia, uma liga que viria a ser conhecida pela Grande Aliança, originando a 16 de maio de 1703 a assinatura do célebre Tratado de Methuen, aos quais se juntou a Saboia.
Em dois artigos secretos deste tratado, ficou acordado que o arquiduque Carlos da Áustria, uma vez na posse do trono de Espanha, cederia a Portugal as cidades da Extremadura espanhola e da Galiza e a colónia do Sacramento.
A 12 de setembro de 1703, aclamado rei de Espanha em Viena (Carlos III), o arquiduque escoltado por um exército anglo-holandês chegou a Lisboa em março de 1704, dando-se início a uma série de batalhas, entre as quais se inclui a Batalha do Caia.
Este período de batalhas só viria a ter o seu fim a 11 de abril de 1713, com a assinatura do Tratado de Paz de Utreque.
Como referenciar: Batalha do Caia in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-23 16:37:44]. Disponível na Internet: