batólito

As rochas plutónicas podem apresentar vários modos de jazida. Os batólitos são um modo de jazida de rochas plutónicas, caracterizados pela sua grande massa, que afloram à superfície em grandes extensões, em geral maiores que 100 quilómetros quadrados. O contacto com as rochas encaixantes é uma superfície irregular, em geral discordante com essas rochas. Se o diâmetro do batólito é de poucos quilómetros, denomina-se stock. Os batólitos aumentam em extensão à medida que se afundam, sem chegar a definir-se um limite inferior. Por vezes os batólitos têm limites exteriores bem definidos, existindo uma verdadeira superfície de contacto entre a rocha plutónica e a encaixante, mas outras vezes os limites são difusos e graduais, realizando-se a passagem de uma rocha a outra mediante rochas de características intermédias.
Um batólito pode emitir prolongamentos irregulares, denominados apófises, de grande comprimento e relativamente pequena secção, que perfuram as rochas encaixantes nas mais diversas direções.
Um dos maiores batólitos conhecidos é o de Coast Ranger, no Canadá, que tem 2000 quilómetros de comprimento e 200 quilómetros de largura máxima.
Como referenciar: batólito in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-19 13:06:12]. Disponível na Internet: