Benny Goodman

Maestro e clarinetista de jazz norte-americano, Benjamin David Goodman, conhecido por "rei do swing", nasceu a 30 de maio de 1909, em Chicago, no Estado de Illinois, e faleceu a 13 de junho de 1986, em Nova Iorque.
De uma família judaica pobre e numerosa, começou a aprender a tocar clarinete aos 10 anos. Aos 14 anos, para ajudar economicamente a família, tocou em várias orquestras de bailes e em diversas atuações musicais. Em seguida, partiu para Nova Iorque, onde foi, sobretudo, requisitado por várias orquestras como acompanhante de música. Em 1934, criou a sua primeira orquestra, passando a atuar no programa de rádio "Let's Dance". Surpreendeu o grande público ao apresentar um novo estilo de música, o swing, com orquestrações de Fletcher Henderson, e que era visto pelo público como uma música rápida e barulhenta. Foi somente em 1935, ao atuar no Palomar Ballroom, que o seu swing começou a ser aceite, tornando-se rapidamente numa das bandas de jazz mais populares dos Estados Unidos. Impressionou o público pela sua virtuosidade técnica e pelas suas intervenções melódicas durante as improvisações.
Em 1936, criou o famoso Trio, constituído pelo baterista Gene Krupa e o pianista Teddy Wilson (o primeiro negro a integrar uma banda de músicos brancos). Mais tarde, juntou-se o vibrafonista Lionel Hampton, o guitarrista Charlie Christian e a cantora Billie Holiday.
O artista, que apareceu em vários filmes como The Big Broadcast of 1937 (1936), A Song is Born (1948), The Benny Goodman Story (1956), ficou também famoso pelos concertos de música clássica ao interpretar obras de Mozart e de Bartok. Ao longo da sua carreira, tocou em vários países e com as maiores figuras do jazz: Louis Armstrong, Ella Fitzgerald, Count Basie, Mildred Bailey e Bessie Smith.
Da sua discografia destaca-se A Jazz Holliday (1925), Sing, Sing, Sing (1935), Plays Jimmy Mundy (1937), Roll'Em (1937), Live At Carnegie Hall (1938), Undercurrent Blues (1947), entre outros discos. Recebeu vários prémios, como o Grammy, em 1982, por Sing, Sing, Sing (1937), o Lifetime Achievement Award entregue pela Academia Nacional de Música Popular (1984) e pela Academia Nacional de Gravação de Artes e Ciências (1886) e foi-lhe atribuído o doutoramento de Música pela Universidade de Harvard, em 1984, e também doutoramentos de outras universidades como a da Colombia, de Harford, de Brandeis e de Bard College.
Como referenciar: Porto Editora – Benny Goodman na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-23 22:51:14]. Disponível em