Benny Hill

Série televisiva humorística inglesa produzida pela Thames Television (ITV) em novembro de 1969. Esteve em exibição largos anos, sendo exibido o último show em maio de 1989. Nessa altura, a ITV alegou que os seus shows tinham deixado de ser politicamente corretos.
Esta série tornou Benny Hill um dos cómicos mais famosos de sempre e o comediante britânico mais reconhecido internacionalmente. Outros atores que trabalharam com Benny Hill na série foram Henry McGee, Carol Cleveland, Bob Todd, entre outros, que interpretavam diversas personagens diferentes, tal como Benny Hill.
Benny Hill interpretava gags de humor simples em situações divertidas envolvendo personagens burlescas, que viviam rodeados de mulheres sedutoras. São particularmente conhecidas as suas figuras do Professor Marvel, a de cowboy, Captain Fred Scuttle, o chinês Chow Mein e outras, que vivem numa cidade que Benny Hill chamou de Little Dimpton. Usava diferentes pronúncias inglesas para ironizar e brincar, pantominas e mímicas, tendo como imagem de marca perseguir raparigas bonitas e ser perseguido por elas - os Anjos de Hill (Hill's Angels) - ao som da famosa música instrumental intitulada "Yakety Sax" e composta por Randy Randolph e James Rich. A série usava técnicas para criar aquilo que se chamava de live animation, como filmar em grande velocidade e os sight gags. Mais tarde, foi editado The Benny Hill Show, uma compilação composta por 111 episódios de meia hora de diversos sketches com situações hilariantes e provocantes retirados da série.
A série foi vista em mais de 100 países, incluindo a Rússia, China e Estados Unidos, onde estreou em 1979, fazendo um grande sucesso. Em Portugal, foi exibida em 1980 e durante toda a década de 80 tornou-se uma série de culto.
Em 1980, foi nomeado para o Emmy de Melhor Programa de Variedades ou Musical e, no ano seguinte, voltou a receber uma nomeação destes prémios na categoria de Melhor Programa de Comédia ou Musical.
Como referenciar: Benny Hill in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-21 23:17:02]. Disponível na Internet: