bens económicos

Em Economia, um bem é algo que permite satisfazer necessidades económicas, podendo tratar-se de um objeto com suporte físico ou de um serviço. Podemos classificar os bens económicos segundo diversos critérios.
É possível consumir bens económicos (os que existem em quantidades limitadas, de tal forma que, para os obter, é necessário gastar dinheiro) ou livres (os que existem ilimitadamente e que, por isso, são gratuitos).
De acordo com a sua natureza física, os bens são materiais ou imateriais (serviços). Os bens de produção permitem, ao serem utilizados, ajudar na produção de outros. São, portanto, bens de capital. Mas tal já não acontece com os bens de consumo, que são usados para satisfazer imediatamente uma qualquer necessidade.
Quando se utilizam certos bens, eles deixam imediatamente de existir. A esses bens chamam-se perecíveis ou não-duradouros. Pelo contrário, se forem duradouros, persistem, mesmo após uma ou mais utilizações.
Os bens mantêm entre si certo tipo de relações. Dois ou mais bens são substituíveis se for indiferente para o consumidor consumir qualquer um deles. Serão, opostamente, complementares, se uma dada necessidade só for satisfeita pela utilização simultânea dos dois. Serão, por último, economicamente independentes se não mantiverem entre si nenhuma destas duas espécies de relações.
Como referenciar: bens económicos in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-04 17:25:12]. Disponível na Internet: