Bernardino Machado

Político português, Bernardino Luís Machado Guimarães, nasceu a 28 de março de 1851, no Rio de janeiro, e morreu a 28 de abril de 1944. Em 1872, aquando da sua maioridade, optou pela nacionalidade portuguesa.
Catedrático coimbrão, ainda muito jovem, com apenas 28 anos, iniciou a sua atividade política como monárquico, tendo sido eleito deputado com pouco mais de trinta anos, depois Par do Reino e ministro das Obras Públicas em 1893. Iniciado na Maçonaria ainda na década de 80 do século XIX, introduziu naquela organização a filosofia positivista. Desiludido com a política da Monarquia, aderiu ao Partido Republicano Português, de cujo Diretório viria a fazer parte. Notabilizou-se na propaganda a favor da instauração do novo regime, mas a sua conhecida oposição ao emprego da violência armada para o derrube da Monarquia fez com que os seus correligionários o não pusessem ao corrente dos preparativos da insurreição. Contudo, por influência de Afonso Costa, viu-se nomeado ministro dos Negócios Estrangeiros do Governo Provisório Republicano. Falhada uma primeira tentativa de alcançar a Presidência da República, viria a ser eleito mais tarde para aquele cargo (1915), depois de um mandato como chefe de Governo (1913). Em 1925 ascenderia novamente à chefia do Estado. A sua política vacilante em dois momentos particularmente graves e significativos (sidonismo e golpe de 28 de maio de 1926) acarretou-lhe a perda de prestígio, que no entanto recuperou quando, no exílio, se dedicou novamente, com assiduidade e acutilância, à propaganda contra a Ditadura Militar instaurada em Portugal.
Como referenciar: Bernardino Machado in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 17:06:46]. Disponível na Internet: