beterraba

Designação comum das plantas do género Beta e da família das Quenopodiáceas.

A beterraba Beta vulgaris vulgaris, conhecida por beterraba, beterraba-sacarina, beterraba-forrageira ou beterraba-hortícola, é uma planta anual, bienal ou vivaz, ereta, glabra, com raiz entumecida.

A base do caule é grossa, branca, amarela ou purpúrea. O caule é carnudo e comestível. Caule rasteiro, aproximadamente de 1 m de altura, direito nas extremidades. As folhas são grandes, podendo atingir cerca de dez centímetros de comprimento, verde-escuras, ovais e espessas.

As flores são pequenas e agrupam-se em cimeiras de duas ou oito flores dispostas em longas espigas. Os segmentos do perianto frutíferos incurvados. O fruto é carnudo com muitas sementes (núcula
).

A cultura da beterraba sacarina constitui uma grande alternativa, nos climas temperados, à cana tropical e subtropical utilizada na produção de açúcar. Com os seus açúcares, principalmente a sacarose, os seus pigmentos, o grande número de aminoácidos, as sua vitaminas B1, B2, PP e C, a sua provitamina A, os seus sais minerais e os seus oligoelementos raros, como o manganésio, o bromo, o lítio, o estrôncio e o rubídio, a beterraba tem um grande valor nutritivo e energético.

A chamada beterraba hortícola era utilizada pelos camponeses pobres da Germânia, desde o século XIII, na alimentação. A beterraba sacarina tornou-se famosa no século XIX.


Como referenciar: Porto Editora – beterraba na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-01-22 10:11:30]. Disponível em