Bignoniáceas

Família de dicotiledóneas que se distribuem por 113 géneros e cerca de 800 espécies. São plantas, na generalidade, lenhosas - árvores, arbustos ou lianas.
As Bignoniáceas (Bignoniaceae) encontram-se distribuídas pelas regiões subtropicais e tropicais, embora um pequeno número de espécies habite zonas temperadas. Na sua maioria, vivem na América do Sul.
As folhas das Bignoniáceas são geralmente opostas ou verticiladas, compostas ou, ocasionalmente, simples, inteiras ou recortadas. As flores são solitárias ou dispõem-se em racimos ou cimeiras. São pentâmeras, hermafroditas, bilaterais. O cálice é sinsépalo e a corola simpétala, geralmente bilabiada, campanulada e afunilada. Os estames são geralmente didinâmicos, normalmente em número de quatro. O gineceu é constituído por dois carpelos unidos. O ovário é súpero, com numerosos óvulos.
O fruto é uma cápsula bilocular, loculicida, por vezes, uma baga.
Às Bignoniáceas pertencem géneros com interesse económico, como o género Catalpa, importante pela sua madeira, e os géneros Bignonia, Chilopsis, Jacaranda e Stenolobium, utilizados como plantas ornamentais.
Como referenciar: Bignoniáceas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-18 12:13:23]. Disponível na Internet: