Bill Pullman

Ator norte-americano, William Pullman nasceu a 17 de dezembro de 1953, em Hornell, Nova Iorque. Formou-se em Artes Teatrais pela Universidade de Nova Iorque, em Oneonta, e lecionou na Universidade de Montana. Em 1981, tentou uma carreira de ator no teatro e trabalhou no Teatro Folger e na Companhia de Teatro de Los Angeles, onde atuou em Barabbas, All My Sons e Demon Wine, entre outros.
A sua estreia no cinema deu-se em 1986, na comédia Ruthless People (Por Favor Matem a Minha Mulher), onde contracenou com Danny DeVito e Bette Midler, deixando uma boa impressão com o seu papel da "pessoa mais estúpida da Terra". No ano seguinte, conseguiu o papel de ator principal na comédia de Mel Brooks, Spaceballs (A Mais Louca Odisseia no Espaço), uma paródia aos filmes de ficção científica e, em 1988, participou no filme de terror de Wes Craven, The Serpent and the Rainbow (A Maldição dos Mortos-Vivos). Fez ainda alguns papéis em comédias como Cold Feet (1989) e Sibling Rivalry (Nunca Enganes o Teu Marido, 1990). Em 1992, entrou em A League of Their Own (Liga de Mulheres) e, nesse ano, teve mais duas participações: Singles (Vida de Solteiro) e Nervous Ticks. No ano seguinte, fez de Orin, em Sommersby (O Regresso de Um Estranho), ao lado de Jodie Foster e Richard Gere, entrando também em Sleepless in Seattle (Sintonia do Amor), de Nora Ephron, como namorado de Meg Ryan que perde para Tom Hanks. Participou também em Malice (Má Fé), com Aleie Baldwin e Nicole Kidman. Em Wyatt Earp (1994) teve a oportunidade de trabalhar com diversos atores de grande craveira e participou, ainda no mesmo ano, em The Last Seduction (A Última Sedução), realizado por John Dahl, seu ex-aluno nos tempos de Montana. A sua participação como marido cruel de Linda Fiorentino convenceu a crítica. No ano seguinte, participou em dois filmes com papéis mais relevantes: While You Were Sleeping (Enquanto Dormias), contracenando com Sandra Bullock, e Casper (1995), onde faz de pai de Christina Ricci. Em Independence Day (O Dia da Independência, 1996), interpretou o papel de presidente Thomas J. Whitmore e, no mesmo ano, colaborou no filme de David Lynch Lost Highway (Estrada Perdida), no papel de Fred, o marido perturbado e esquizofrénico de Patricia Arquette. Seguiu-se The End of Violence (Crimes Inivisíveis), de Wim Wenders, no papel de Mike Max, um produtor de filmes de Hollywood que é raptado mas consegue fugir e esconder-se junto a uma família de mexicanos. Em 1998, entrou em Zero Effect (Zero - O Super Detetive) e, em 2000, estreou-se atrás da câmara com o filme para televisão, onde também atuou, The Virginian, um remake de um western clássico, bastante aclamado pela crítica.
Destaque ainda para as suas interpretações em Lucky Numbers (2000); Igby Goes Down, (2002) e The Grudge (A Maldição, 2004).
Em 2002, voltou aos palcos, desta vez na Broadway, com a peça de Edward Albee The Goat or Who is Sylvia?
Como referenciar: Bill Pullman in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-17 09:34:53]. Disponível na Internet: