biologia marinha

A biologia marinha é um dos ramos da biologia e da oceanografia, resultando da interpenetração destas duas áreas científicas, que se dedica ao estudo da vida nos mares e nos oceanos, assim como aos fenómenos que a afetam e condicionam.
Por forma a atingir os seus objetivos, a biologia marinha recorre a diferentes campos de investigação e de estudo, os quais, em conjunto, permitem uma caracterização completa das várias formas de vida, assim como uma completa caracterização do meio aquático, logo, das condições do meio em que habitam os seres vivos marinhos. São exemplos desses campos a sistemática, a fisiologia, a etologia, a zoologia, a botânica marinha e a microbiologia, entre outras, englobando ainda conhecimentos provenientes de outras áreas, como a hidrologia, a hidrografia e a meteorologia, fundamentais para uma completa caracterização do meio aquático.
De entre as diversas áreas de investigação da biologia marinha, a ecologia marinha assume uma importância primordial na sociedade atual, já que permite obter um conhecimento das repercussões e impactos da poluição e da exploração pesqueira nos ecossistemas marinhos. Atualmente, os oceanos apresentam um papel duplo para as sociedades humanas. Por um lado, devido ao grande volume de água que os constitui, à sua agitação e composição físico-química - fatores que lhe conferem uma grande capacidade auto-depuradora - os oceanos têm sido usados como vazadouro de imensos esgotos urbanos e industriais, por outro lado, devido à sua grande riqueza faunística, sobretudo piscícola, os oceanos são também uma importante fonte alimentar mundial. Esta exploração dos oceanos, em termos tão antagónicos, gera desequilíbrios difíceis de evitar. Assim sendo, facilmente se compreende a importância do papel de monitorização constante dos ecossistemas marinhos, desempenhado pela ecologia marinha.
A biologia marinha produz também conhecimentos suscetíveis de serem utilizados por vários ramos da ciência aplicada, como a aquacultura de peixes, mariscos, bivalves e algas, componentes importantes da dieta alimentar humana.
Por fim, a biologia marinha inter-relaciona-se com outras áreas de investigação da biologia que evolvem não apenas o meio marítimo, como o estudo das aves migratórias e marinhas, assim como de algumas espécies terrestres que, direta ou indiretamente, dependem do meio marinho para a sua alimentação.
Como referenciar: biologia marinha in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-11-24 20:46:02]. Disponível na Internet: