Blaise Pascal

Matemático, físico, filósofo religioso e escritor francês, nasceu em Clermont Ferrand em 1623 e morreu em Paris em 1662.

Pascal foi o fundador da moderna teoria das probabilidades. As suas ideias sobre o que se encontra oculto na religião influenciaram o pensamento de Jean-Jacques Rousseau, Henri Bergson e os existencialistas.
Aos 17 anos publicou um ensaio sobre matemática que lhe mereceu um elogio de René Descartes. Inventou o primeiro calculador digital (1642/1644). Realizou estudos em geometria, hidrodinâmica, hidrostática e pressão atmosférica. Inventou a seringa e descobriu a lei de Pascal da pressão (1647/1654), que se enuncia da seguinte forma: "um fluido sob determinada pressão exerce pressões totais iguais sobre iguais áreas" e o princípio da pressão hidráulica (1640).

Em 1656 e 1657 empreendeu a sua famosa controvérsia com os jesuítas em 18 cartas clandestinas, conhecidas por Les Provinciales, em que Pascal coloca os problemas da teologia moral ao alcance do leitor comum, escreve a favor do jansenismo e contra os jesuítas. Devido à precisão de estilo, estas cartas marcam o início da moderna prosa francesa.
Como referenciar: Blaise Pascal in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-14 19:40:34]. Disponível na Internet: