Bob Hope

Ator e comediante inglês, nasceu a 29 de maio de 1903 e faleceu a 27 de julho de 2003, aos 100 anos. Radicado nos Estados Unidos, tornou-se o retrato do "american entertainer" por excelência. Saiu de Inglaterra aos 4 anos. Em 1922, estreou-se nos palcos nova-iorquinos, protagonizando números de vaudeville. Seguiram-se a Broadway e a rádio, tornando-se, em finais dos anos 30, na voz mais popular da América. Estreou-se no cinema com The Big Broadcast of 1938 (1938); a partir daí, protagonizaria perto de 50 filmes, comédias na sua grande maioria. Entre as mais célebres contam-se: The Ghost Breakers (O Castelo Maldito, 1940), Nothing But the Truth (24 Horas Sem Mentir, 1941), The Princess and the Pirate (A Princesa e o Pirata, 1944), The Paleface (O Valentão das Dúzias, 1948), Beau James (James, o Belo, 1957) e Eight on the Lam (Viúvo... Mas Alegre, 1967). Muita da popularidade de Hope teve origem no seu convívio com os militares americanos durante a Segunda Guerra Mundial, não hesitando em atuar perante as tropas sem cobrar honorários. O seu carisma levou-o a ser quase sempre a primeira escolha da Academia para apresentar a cerimónia dos Óscares. Venceu quatro Óscares Honorários e, em 1959, o prémio humanitário Jean Hersholt.
Como referenciar: Bob Hope in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-21 10:05:55]. Disponível na Internet: