boreto

Um boreto é a denominação dada aos compostos de boro (de símbolo químico B) com um metal (designado genericamente por M). A maioria dos metais forma pelo menos um boreto do tipo MB, MB2, MB4, MB6 ou MB12.
Estes compostos apresentam uma grande variedade de estruturas, particularmente os hexaboretos que contêm grupos de átomos B6.
Quimicamente, os boretos são estáveis em ácidos monoxidantes, mas são atacados por agentes oxidantes fortes e por bases fortes.
Todos os boretos são materiais duros, com altos pontos de fusão e com uma condutibilidade térmica idêntica à do metal que o constitui.
Estes podem ser produzidos pela combinação direta dos elementos a temperaturas elevadas (2000 ºC) ou, mais frequentemente, pela redução a temperaturas elevadas de uma mistura do óxido de metal e de óxido de boro na presença de carbono ou alumínio.
Industrialmente, os boretos de metais são usados como materiais refratários. Os mais importantes são CrB, CrB2, TiB2 e ZnB2. Normalmente estes são produzidos recorrendo à metalurgia do pó a altas temperaturas, na qual o produto é fabricado num molde de grafite a mais de 2000 ºC e a pressão muito elevada.
Como referenciar: Porto Editora – boreto na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-01 13:36:01]. Disponível em