Brian Dennehy

Ator norte-americano, Brian Dennehy nasceu a 9 de julho de 1938 em Bridgeport, Connecticut. Ganhou uma bolsa de estudo a jogar futebol para estudar na Universidade de Columbia, em Nova Iorque, e depois mudou-se para a Universidade de Yale onde estudou artes dramáticas.
O seu primeiro papel no cinema surgiu em 1977 no filme Looking for Mr. Goodbar (À Procura de um Homem), de Richard Brooks. Por essa altura, estreou-se também na televisão onde desenvolveu uma carreira regular e se impôs como ator. No cinema, a ascensão foi lenta e primordialmente em papéis secundários. Todavia, em 1982, no filme First Blood (A Fúria do Herói), deu nas vistas e obteve boas criticas no papel de xerife, contracenando com Sylvester Stallone (que fez de Rambo). Surgiu em Gorky Park (O Mistério de Gorky Park, 1983) e em Cocoon (A Aventura dos Corais Perdidos, 1985), de Ron Howard, onde desempenhou o papel de um simpático extraterrestre. Neste mesmo ano, fez novamente de xerife no western de Lawrence Kasdan Silverado, ao lado de Kevin Kline, Kevin Costner e Scott Glenn. Em 1986, representou um polícia duro no surpreendente thriller F/X (FX - Efeitos Mortais), contracenando com Bryan Brown. Em 1987, co-protagonizou com James Woods Best Seller (Pacto Fatal) e teve um dos seus melhores desempenhos de sempre no filme de Peter Greenaway intitulado The Belly of an Architect (Cólicas de um Arquiteto), que lhe granjeou o prémio de Melhor Ator do Festival de Cinema de Chicago. Em 1990, atuou no filme de Alan J. Pakula Presumed Innocent (Presumível Inocente), protagonizado por Harrison Ford, e participou durante a década de 90 em muitas séries televisivas que lhe trouxeram reconhecimento junto do público. Interpretou em 1996 o remake de Baz Luhrmann do clássico Romeo + Juliet (Romeu e Julieta) e em 2000 recebeu um Globo de Ouro pelo seu papel no telefilme Death of a Salesman.
Já no novo século, participou no filme de Spike Lee She Hate Me (Ela Odeia-me, 2004) e no remake de Assault on Precint 13 (Assalto à 13.ª Esquadra, 2005), de Jean-François Richet.
A carreira de Brian Dennehy passa também pelo teatro, onde ganhou dois Tonys para Melhor Ator pelos seus desempenhos nas peças Death of a Salesman (1999) e Long Days Journey into Night (2003), ambas representadas na Broadway.
Como referenciar: Brian Dennehy in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-17 12:10:18]. Disponível na Internet: