Brigitte Bardot

Atriz francesa nascida em 1934, em Paris. Filha dum rico industrial, estudou ballet durante a sua infância. Com apenas 15 anos, foi convidada para ser manequim e, em 1950, a revista Elle já a colocava na sua capa. Em 1952, casou-se com o realizador Roger Vadim com quem manteria um casamento muito mediático. A sua beleza não passou despercebida aos produtores cinematográficos franceses e, em 1952, fez a sua estreia no filme Le Trou Normand (1952) de Jean Boyer. Gradualmente, tornou-se num dos maiores símbolos sexuais gauleses, muito devido ao sucesso de filmes que exploraram a sua imagem física: Le Portrait de Son Père (1953), Un Acte D'Amour (1953) e Tradita (1954). Protagonizou, ao lado de Dirk Bogarde, a comédia britânica Doctor at Sea (Uma Garota a Bordo, 1954), antes de surgir no elenco do épico de Hollywood Helen of Troy (Helena de Troia, 1956). Impressionados pelo seu sex-appeal, os produtores da Warner ofereceram-lhe um contrato de sete anos, que Bardot recusaria. Foi o seu marido quem lhe deu a oportunidade de se tornar uma estrela à escala mundial, filmando-a admiravelmente em Et Dieu ...Créa la Femme (E Deus Criou a Mulher, 1956). Este melodrama com uma leve atmosfera erótica fez de Bardot o objeto de desejo de muitos homens e projetou a carreira internacional dos seus co-protagonistas, o alemão Curt Jurgens e o francês Jean-Louis Trintignant. Apesar do sucesso, Bardot mostrou-se pouco inclinada a aceitar prosseguir a sua carreira em Hollywood, continuando a filmar em França. Os êxitos sucederam-se: Une Parisienne (1957), La Femme et le Pantin (1959), ao lado do ator português António Vilar, e Vie Privée (Vida Privada, 1961), de Louis Malle. Após o fracasso de Le Mépris (O Desprezo, 1963), de Jean-Luc Godard, a estrela de Bardot empalideceu um pouco. Continuaria a filmar até 1973, ano em que se despediu do cinema com L'Histoire Très Bonne et Très Joyeuse de Colinot Trousse-Chemise (1973). Desde então, retirou-se iniciando paralelamente uma luta ativa a favor dos direitos dos animais.
Como referenciar: Brigitte Bardot in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-16 22:28:47]. Disponível na Internet: