Bucareste


Aspetos Geográficos

Bucareste é a principal cidade e a capital da Roménia. Está localizada nas margens do rio Danúbio, sobre uma extensa superfície aplanada. Possui cerca de 1 897 100 habitantes (2004) e está integrada num aglomerado urbano de 2 199 500 habitantes (2004).
O natural ou habitante de Bucareste denomina-se bucarestense ou bucarestino.
História e Monumentos

Bucareste tem origem no nome do pastor Bucur, que, segundo a lenda, foi o seu fundador, no século XV. Existia já na Idade Média e designava-se então Cetatea Dimbovita. A partir do século XV decorrem uma série de conflitos contra os Turcos, que culminam num grandioso incêndio que queimou a cidade. Em 1659 tornou-se a capital da província otomana da Valáquia. Nos finais do século XVII tornou-se sede do governo e entre 1711 e 1829 foi palco de numerosos conflitos. Tornou-se capital da Roménia independente após as guerras Turco-Russas. Durante a Segunda Guerra Mundial foi ocupada pelos Alemães e também pelos Russos (esta última ocupação prolongou-se até 1958). Com o final da Segunda Guerra Mundial a cidade expandiu-se rapidamente. Após ter sofrido as consequências de dois sismos de grande intensidade, assistiu-se às revoltas populares, que puseram fim à ditadura de Ceausescu em 1989. O poder foi ocupado pelos comunistas até 1996, data em que uma coligação de partidos centristas se apoderou do governo. Atualmente constitui uma república, tendo como presidente Ion Iliescu.
Entre os seus diversos monumentos destacamos, na parte velha da cidade, as ruínas do Palácio Principesco, do século XV, e a Igreja Velha (Crutea Veche), do século XVI. São também de assinalar o Parlamento, que é um dos maiores edifícios administrativos do Mundo; o Palácio da Justiça; o Palácio Cotroceni, do século XVII, atualmente Palácio Presidencial; o Palácio Central dos Correios; o Palácio Cantacuzino; a sede central do Exército; o Arco do Triunfo; o Mosteiro de Antim e a Igreja do Patriarcado, ambos do século XVII; e a Domnita Balasa, do século XVIII.

Aspetos Turísticos e Curiosidades

A principal artéria da cidade é a Rua da Vitória (Calea Victoriei), construída em 1702. A cidade possui inúmeros cafés, restaurantes com esplanadas e elegantes edifícios públicos dos séculos XIX e XX. Os seus subúrbios encontram-se preenchidos por edifícios altos, que correspondem, na sua maioria, a blocos de apartamentos. O problema da falta de habitação surgiu com o rápido crescimento da cidade após o final da Segunda Guerra Mundial e acentuou-se atualmente, devido à falta de recursos económicos. O rio Danúbio divide a cidade em dois setores, mas a cidade também é cortada por duas grandes avenidas. Junto às margens do rio existem numerosos edifícios inacabados, que vieram substituir um grande número de monumentos históricos demolidos durante o regime ditatorial de Ceausescu. A capital possui muitas instituições bancárias e também ministérios. As áreas industriais localizam-se nos bairros periféricos, enquanto que as áreas residenciais estão implantadas no centro da cidade.
Do conjunto de museus que possui destaca-se o Museu de História Romena, que encerra magníficas coleções de objetos de ouro, joalharia, pedras preciosas, salvas, taças e armas, datando, muitos destes objetos, do século IV a. C.. No Parque de Cultura e Recreio (com mais de 210 hectares) localiza-se um museu folclórico muito importante, onde estão expostas dezenas de amostras de quintas, azenhas, moinhos e casas rurais de todo o país.

Economia

A cidade de Bucareste corresponde ao centro económico do país. As suas indústrias incluem centrais elétricas, instalações metalomecânicas e indústrias químicas, alimentares, de mobiliário, têxteis, de aviação, de máquinas de precisão, de ferramentas agrícolas, de maquinaria pesada, de componentes eletrónicos, de sabão e de cosméticos. No seu conjunto constituem um quinto das produções industriais totais do país. Corresponde também ao centro financeiro da Roménia. Possui muitos estabelecimentos de ensino superior, como a Universidade Central de Bucareste, a Universidade Politécnica, a de Economia, a de Arquitetura, a de Agricultura, a de Medicina e a de Música, e também uma importante biblioteca central da Universidade.
Como referenciar: Bucareste in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 08:13:12]. Disponível na Internet: