Cabo da Boa Esperança

Situado no extremo sul do continente africano, foi dobrado pela primeira vez pelo navegador português Bartolomeu Dias, em 1487, que o batizou, na altura, de cabo das Tormentas.
A designação cabo da Boa Esperança, que se vulgarizou mais tarde e que alude à expectativa de chegar às riquezas do Oriente contornando o extremo sul de África, é atribuída pelo cronista João de Barros ao monarca D. João II.
Como referenciar: Porto Editora – Cabo da Boa Esperança na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-16 17:42:36]. Disponível em