Cabo Delgado

Província do Norte de Moçambique cuja capital é a cidade de Pemba. Confinada pelas províncias de Niassa e de Nampula e pelo oceano Índico, a província de Cabo Delgado possui uma superfície de 77 867km2 e uma população de 1 515 000 habitantes (2004), constituída sobretudo pelas etnias dos Macondes e dos Macuas. Os principais produtos naturais (a mármore, a argila, a grafite e as madeiras preciosas) são, na sua maioria, o impulsionador da economia da província.
A cidade de Pemba, localizada numa enorme baía com o mesmo nome, preservou a sua beleza natural, visto encontrar-se afastada das principais vias comerciais. Nessa cidade, pode observar-se as fortes influências árabes, os traços da cidade velha e as tradições antigas, estas sobretudo nos famosos "bazares", mercados tradicionais, localizados nos antigos bairros da cidade. Destaca-se também a costa marítima desta província composta por praias paradisíacas, como a praia do Wimbe, a do Farol, a de Mecúfi e a Mocímboa da Praia.
De salientar ainda a maravilhosa ilha de Ibo (antigo centro comercial de escravos), no idílico arquipélago de Quirimbas, cujo acesso se efetua por barco, a partir de Pemba. O arquipélago de Quirimbas, uma área de vida marinha de importância mundial, é constituído por 28 ilhas e foi declarado Parque Nacional, em 2002, sendo considerado um forte potencial a Património Mundial da Natureza pela UNESCO.
A principal riqueza cultural desta província reside nas esculturas e máscaras tradicionais, mundialmente apreciadas, do povo maconde, que habita no planalto de Mueda. Artistas de renome, como a ceramista Reinata Sadimba, o escultor Valingue e o xilógrafo Matias Ntundo são naturais desta província.
Como referenciar: Cabo Delgado in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-06 18:18:48]. Disponível na Internet: