cadeias PP

É um dos mecanismos pelo qual ocorrem as reações de formação de núcleos de 4He no núcleo das estrelas a partir de protões (H+). Este mecanismo apresenta três caminhos diferentes chamados de PP I, PP II e PP III. O que ocorre com mais frequência é a PP I (86%), sendo a PP III o menos provável.
Em qualquer dos casos reagem 4 protões e forma-se um núcleo de hélio (também chamadas partículas α), só diferem nos produtos intermédios que se vão criando consoante os diferentes caminhos seguidos. No mecanismo da cadeia PP I dois núcleos de hidrogénio (1H), ao colidirem dão origem a um núcleo de hidrogénio-2 (deutério), libertando um positrão (β+) e um neutrino (ν). O 2H reage com outro protão (H+) para formar hélio-3, libertando radiação gama (γ). Este, por sua vez, reage com outro núcleo de hélio-3 e dá origem a um núcleo de hélio-4 libertando dois núcleos de hidrogénio.
A eficiência deste processo é proporcional a T3,5, enquanto que para o outro mecanismo, o ciclo CNO é proporcional a T18, sendo T, neste caso, a temperatura típica no centro da estrela. Por essa razão é que o mecanismo de produção de energia que ocorre preferencialmente para estrelas de pouca massa como é o caso do nosso Sol são as cadeias PP e em estrelas de grande massa é o ciclo CNO.
PPI - 11H + 11H → 21H + e+ + νe
PP II - 21H + 11H → 32He + γ
PP III - 32He + 32He → 42He + 2 11H
Como referenciar: cadeias PP in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-05-15 22:19:37]. Disponível na Internet: