calor de reação

O calor de reação, como o próprio nome indica, consiste na energia que se liberta ou se consome no decurso de uma reação química completa, de quantidades molares dos reagentes.
Os calores de reação são mais conhecidos pelo nome de calores de formação. Se a reação ocorrer a 25 ºC e 1 atm, o calor libertado é definido como sendo o calor padrão de formação do composto e é representado por ΔH0 ou ΔH0298.
Por convenção, o calor de formação (entalpia) de qualquer elemento químico puro, no estado padrão, é igual a zero.
Geralmente, as reações químicas são acompanhadas pela libertação ou absorção de calor, em virtude das diferenças de estrutura molecular, e portanto de energia, entre reagentes e produtos. Por exemplo, se os produtos de uma reação possuem energia superior à dos reagentes, graças à respetiva estrutura, é necessário que haja uma absorção de energia para efetivar a reação.
Um vez que existe um grande número de reações químicas possíveis e cada qual pode ser efetuada de maneiras diversas, a cada reação realizada de uma forma específica corresponde um efeito térmico determinado. Por este motivo, é conveniente ter métodos de calcular o efeito térmico de qualquer reação a partir dos dados correspondentes.

A importância de conhecer e tabelar os calores padrões de formação dos compostos advém do facto de, durante as reações químicas, os calores libertados ou absorvidos serem aditivos (de acordo com o primeiro princípio da termodinâmica).

Como referenciar: calor de reação in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-26 10:16:43]. Disponível na Internet: