Canções da Tarde

Obra precedida de uma carta do visconde de Juromenha, primo do autor, e outra de António Xavier Rodrigues Cordeiro, seu antigo companheiro do Trovador, dedicada a António Pereira da Cunha. Nessa dedicatória, o autor classifica as suas composições de "canções da minha tarde da vida" (numa clara alusão ao "outono" da vida das Folhas Caídas de Almeida Garrett) e explica a subdivisão da obra em duas partes: "Últimos reflexos", que reúne poesias de temática amorosa, e "Horas vagas de Buarcos", em que à displicência sugerida pelo título corresponde a variedade temática: sátiras, poemas de circunstância, imitações. A obra é acompanhada de um poema de Sebastião Pereira da Cunha dedicado ao autor e ainda de extratos da imprensa noticiando a publicação do livro.
Como referenciar: Canções da Tarde in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-09 05:42:08]. Disponível na Internet: