Carmen Maura

Conceituada atriz espanhola nascida em 1945. Filha do político franquista António Maura, aos 18 anos tornou-se diretora de uma galeria de arte em Madrid. Persuadida a tentar uma carreira de atriz, frequentou o Conservatório de Madrid e atuou em diversos night-clubs no final da década de 60. Estreou-se em cinema com uma figuração em El Espiritu (1969), mas o seu primeiro papel significativo só chegaria oito anos mais tarde quando protagonizou Tigres de Papel (1977), de Fernando Colomo. Em 1980, iniciou uma série de vários filmes sob a direção de Pedro Almodóvar: a Pépi, Luci, Bom y Otras Chicas del Montón (Pépi, Luci, Bom e Outras Raparigas como a Mamã, 1980), sucederam-se Entre Tinieblas (Negros Hábitos, 1983), Que He Hecho Yo para Merecer Esto?! (Que Fiz Eu Para Merecer Isto?, 1985), La Ley del Deseo (A Lei do Desejo, 1987) e o célebre Mujeres al Borde de un Ataque de Nervios (Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos, 1988) que lhe valeu o European Film Award para melhor atriz. Da sua filmografia, destaca-se também a presença em Ay, Carmela! (1990), Elles (Elas, 1997), Lisboa (1999), La Comunidad (A Comunidade, 2001) e Le Pacte du Silence (O Pacto do Silêncio, 2003).
Como referenciar: Carmen Maura in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-11 01:18:53]. Disponível na Internet: