carnívoro

Constituem uma ordem da classe dos mamíferos, do subfilo dos vertebrados e do filo dos cordados. Estão geralmente bem adaptados ao seu tipo de alimentação, sendo providos de mandíbulas fortes, com dentes caninos bem desenvolvidos e dentes molares adaptados a cortar e esmagar a carne dos animais de que se alimentam. Possuem, em geral, garras fortes capazes de agarrar firmemente as presas. O seu tamanho é variável, podendo ser muito pequenos e muito grandes. Possuem, em geral, cinco dedos todos providos de garras. As patas são móveis, apresentando os rádio, cúbito, tíbia e perónio completos e separados. Embora na sua maioria apresentem um corpo ágil e gracioso, alguns, sobretudo os omnívoros, são de constituição pesada. Dividem-se em duas subordens, conforme a estrutura dos ossos cranianos que rodeiam o ouvido médio e interno. São exemplos de carnívoros o leão, a raposa, o lobo, a pantera, o urso, etc.
Designam-se por carnívoros todos os seres vivos que se alimentam de carne. De um modo geral, há carnívoros entre os mamíferos, aves, répteis, anfíbios, peixes e entre os artrópodes. Também existem plantas designadas carnívoras que capturam insetos que digerem no exterior do corpo por meio de enzimas.
Como referenciar: carnívoro in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-06 11:25:43]. Disponível na Internet: