Casa Ducal de Beja

O título de duque de Beja e senhor de Moura foi criado para D. Fernando por D. Afonso V, seu irmão.
Este título implicava igualmente a posse e direitos da ilha da Madeira e de qualquer ilha encontrada por ele ou pelos seus descendentes. Este primeiro duque, D. Fernando, teve também a honra de receber a administração da Ordem de Santiago, foi condestável do reino, era filho adotivo do infante D. Henrique e seu herdeiro, e por este encarregue de povoar as ilhas Graciosa e Terceira. Foi-lhe dada igualmente a alcaidaria de Viseu, em 1461. Os filhos nascidos da união de D. Fernando e de D. Beatriz, sua mulher e prima, viram estes inúmeros privilégios e posses confirmados em 1471.
Os três filhos de D. Fernando herdaram o título, assim como o seu neto e filho de D. Manuel I, D. Luís, 5.º duque. A partir desta data este título foi dado aos segundos filhos dos reis, passando posteriormente a ser atribuído aos terceiros, por determinação de D. Pedro IV. Os segundos filhos dos reis teriam daqui em diante o título de duques do Porto.
Destacam-se nesta casa o 3.º duque, D. Diogo, filho de D. Fernando, que foi morto em 1484 por D. João II pelas conspirações em que tinha participado; D. Manuel I, que foi o 4.º duque antes de aceder à coroa; D. Pedro II, filho de D. João IV; e D. Manuel II.
Como referenciar: Casa Ducal de Beja in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-20 07:53:52]. Disponível na Internet: