Castro de Santo Adrião

O castro de Santo Adrião, também conhecido por castro da Senhora da Tocha, localiza-se num morro perto da igreja matriz, na freguesia de Caldas de Vizela, concelho de Vizela.
Martins Sarmento, em 1884, relata-nos uma visita que fez a este povoado registando não apenas os vestígios materiais, mas também os vestígios imateriais desse passado, aqueles que a tradição oral manteve vivos na memória dos nossos antepassados.
Em relação aos primeiros enumeramos diversos fragmentos de telha de rebordo, formas cerâmicas, pedras aparelhadas reutilizadas nas construções modernas, moedas, uma "foucinha" gravada num penedo e, a mais importante, uma inscrição romana, embutida na parte detrás da Igreja Matriz de Santo Adrião de Vizela, situada entre o rio e o castro. Esta inscrição, consagrada aos deuses Manes, constitui uma das provas de que este povoado da Idade do Ferro conheceu uma profunda romanização.
As lendas narradas, as relacionadas com a Capela da Senhora da Tocha, santa advogada das parturientes, evocam tempos de convivência entre dois mundos - o pagão e o cristão.
Assim, a imagem da Senhora da Tocha, a antiga, de pedra de ançã, colocada num nicho sobre o arco da capela-mor, conhecida pela Santa Capeluda, seria evocada, na hora de dar à luz, por cristãs e mouras. Passada a aflição, as mouras punham-se a "varrer a casa", gesto simbólico para afastar aquela presença do sagrado.
A própria capela era também habitada por uma moura que aparecia sob a forma de uma cobra amarela que deslizava por baixo da porta de entrada ou por baixo do altar-mor.
Como referenciar: Castro de Santo Adrião in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-27 06:32:42]. Disponível na Internet: