Catalina Sandino Moreno

Atriz colombiana, Catalina Sandino Moreno nasceu a 19 de abril de 1981 em Bogotá. Filha de uma patologista, desde cedo frequentou aulas de representação na Academia de Teatro Ruben Di Pietro na sua cidade natal e, ainda estudante, estreou-se na peça The Dark Room, de Tennessee Williams, a que se seguiu Laughing Wild, de Christopher Durang.
Estudou publicidade e teatro na Universidade em Bogotá, tendo sido descoberta por um agente que acabou por sugerir o seu nome para o casting do filme Maria Full of Grace (Maria Cheia de Graça, 2004), onde Catalina teve a sua estreia absoluta. Realizado por Joshua Marston, trata-se de um retrato real sobre o tráfico de droga. Catalina interpreta o papel de Maria Alvarez, uma adolescente de 17 anos, grávida, oriunda de uma família pobre, que deixa o seu trabalho numa plantação de rosas e aceita transportar droga no seu estômago para Nova Iorque, como forma desesperada de ganhar dinheiro para a sua família e de poder ter uma vida mais promissora. Ao fazer de "correio", entra nos duros meandros do mundo da droga do qual terá de sobreviver. Recebeu rasgadas críticas pelo seu trabalho e foi nomeada para o Óscar de Melhor Atriz. Recebeu ainda o Urso de Prata para a melhor interpretação feminina no Festival de Berlim e o Independent Spirit da mesma categoria.
Mudou-se depois para Nova Iorque, onde começou a frequentar aulas de representação no prestigiado Instituto Lee Strasberg, preparando a sua estreia no teatro na peça de William Shakespeare King John, uma produção da companhia de teatro Frog and Peach.
Como referenciar: Catalina Sandino Moreno in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-18 21:48:14]. Disponível na Internet: