Cenozoico

É a terceira das maiores eras na história da Terra e foi durante esta que os continentes tomaram a configuração e a posição geográfica atual e que a flora e a fauna evoluíram até às espécies de hoje. Começou há 66,4 milhões de anos e está dividida em dois períodos: Terciário (de -66,4 até -1,6 milhões de anos) e Quaternário (de -1,6 milhões de anos até ao presente), que estão subdivididos em épocas, respetivamente Paleocénico (de -66,4 a -57,8 milhões de anos), Eocénico (de -57,8 a -36,6 milhões de anos), Oligocénico (de -36,6 a -23,7 milhões de anos), Miocénico (de -23,7 a -5,3 milhões de anos), Pliocénico (de -5,3 a -1,6 milhões de anos); e Pleistocénico (de -1,6 milhões de anos a -10 000 anos) e Holocénico (de 10 000 anos atrás até ao presente).
O Terciário foi um período de grande atividade tectónica, com formação das grandes cadeias montanhosas da atualidade: os Andes, os Alpes, os Himalaias e a cadeia vulcânica na costa oeste da América do Norte. A evolução das espécies vegetais alterou a face da Terra. Originárias do atual Sudeste Asiático, as angiospérmicas (plantas cujas sementes se encontram protegidas por uma cápsula e cujo fruto lhes serve de alimento) espalharam-se por todo o globo, atingindo as regiões Ártica e Antártica que, por esta altura, ainda não se encontravam cobertas de gelo, e ultrapassando as gimnospérmicas, que foram dominantes durante a era anterior (Mesozoico).
No entanto, o mais importante desenvolvimento biológico do Terciário foi protagonizado pelos mamíferos, tendo os dois grandes grupos surgidos durante o Cretácico (placentários e marsupiais) evoluído rapidamente. A deriva dos continentes foi preponderante no desenvolvimento dos marsupiais, uma vez que a Austrália ficou isolada e estes cresceram sem competição, diversificando-se e explorando diversos nichos ecológicos. Na América do Sul houve também alguns placentários que se especializaram, desenvolvendo-se com maior sucesso que os marsupiais. O crescimento dos mamíferos foi fortemente acelerado durante o Paleocénico e apareceram diferentes espécies, tais como os carnívoros, os roedores e os primatas. Os primeiros hominídeos com postura vertical apareceram durante o Pliocénico no sul e este de África e na Indonésia. Os primeiros humanos surgiram finalmente durante o Pleistocénico.
Quaternário foi um período de sucessivas épocas glaciais que afetaram profundamente a flora e a fauna existentes no Hemisfério Norte. Tal como sucedeu com as restantes espécies, os humanos primitivos tiveram de se deslocar e, ao invés de muitas outras espécies, adaptaram-se às novas condições e sobreviveram à que foi chamada "Grande Idade do Gelo".
Como referenciar: Cenozoico in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-18 05:29:03]. Disponível na Internet: