Charles Spearman

Psicólogo inglês, nascido em 1863 e falecido em 1945, doutorou-se na Universidade de Leipzig. Começa por investigar o processo da perceção visual mas rapidamente dirige o seu interesse para o estudo da inteligência.
Aplicando um método estatístico - análise fatorial - aos resultados dos testes, concluiu que as pessoas que têm uma pontuação elevada num determinado tipo de teste têm, em geral, pontuação também elevada noutros testes. Conclui assim que existiria uma capacidade de inteligência geral - fator G - do qual dependeriam os fatores específicos - fatores S. Esta teoria viria a ser criticada nos finais da década de 30 por Thurstone.
Como referenciar: Charles Spearman in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-04-21 16:22:46]. Disponível na Internet: