Christian Dior

Estilista francês, Christian Dior nasceu em 1905, na Normandia, França. Sob a insistência dos pais acabou por estudar Ciências Políticas. Depois do serviço militar e de muitos anos de indecisão, Dior foi para Paris em 1935, onde deu início à sua paixão. Começou a sua carreira de "designer" vendendo esboços de vestuário.
O sucesso chegou com os desenhos de chapéus, mais originais e procurados que os desenhos de vestidos. Christian Dior era insistente e decidiu que havia de aperfeiçoar a sua técnica para o vestuário. Em 1938 o trabalho deu frutos e Dior foi contratado pelo costureiro Robert Piguet.
Com o estalar da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), Christian Dior foi chamado para combater no sul de França. Regressou a Paris em 1941, e começou a trabalhar para uma casa de moda conceituada, a de Lucien Lelong. Esta experiência fez com que, cinco anos mais tarde, Dior tivesse a possibilidade de abrir a sua própria casa. Foi no ano de 1947 que o costureiro, já independente, apresentou a sua primeira coleção. As criações tornaram-se de tal maneira populares que ficaram conhecidas como o "New Look" ("Novo Visual"). O desenho das roupas era simples: ombros largos, cintura bem demarcada e saia com muita roda.
Com o passar dos anos, a ambição de Christian Dior aumentou e o estilista decidiu criar um estilo de roupa opulento, que contrastava com as possibilidades da maioria dos franceses durante o pós-guerra. A sua insistência neste campo fez com que nessa altura, Dior ajudasse Paris a restabelecer-se como capital do mundo da moda.
Nos anos 50 o criador tornou-se no grande "ditador" da moda. Nessa década, cada coleção apresentada era subordinada a um tema: fatos clássicos, saias à bailarina, a linha "H" (1954) e as linhas "A" e "Y" (1955).
O negócio de Dior não parou de crescer. Juntamente com o seu colega Jaques Rouet, o designer tornou-se pioneiro nos acordos para obtenção de licenças no mundo da moda. Já em 1948 Christian Dior tinha arranjado autorizações para a produção de bijuterias, meias, gravatas e perfumes.
Em 1953 Yves Saint Laurent associou-se a Dior como seu assistente. Depois da morte súbita do costureiro em 1957, em Itália, Laurent tornou-se o estilista principal da casa Dior.
Em 1987 o grupo "Louis-Vuitton-Moet-Henessy" (o maior produtor do mundo de bens de luxo) comprou a Casa Dior, que continua a ser uma das mais procuradas e das mais caras do mundo da alta-costura.
Como referenciar: Christian Dior in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-02-25 06:47:06]. Disponível na Internet: