Christopher Brookmyre

Escritor escocês, Christopher Brookmyre nasceu a 6 de setembro de 1968, em Glasgow, uma cidade que o autor veio a considerar sectária no diz respeito à religião. Filho de pai ateu e mãe católica, cresceu adepto do futebol.
Aos oito anos de idade começou a escrever histórias, chegando mais tarde a surpreender os seus professores ao apresentar contos em lugar de dissertações. Por exemplo, aos catorze anos de idade, enquanto aluno de uma escola secundária católica, entregou um ensaio dedicado ao tema da necrofilia, o que desagradou ao seu professor de inglês, a ponto de afirmar que Chistopher Brookmyre era um irresponsável quando tinha uma caneta na mão.
Em 1985 ingressou na Universidade de Glasgow, onde estudou Cinema e Televisão, Inglês e Teatro, obtendo o seu diploma com honras e louvores. Durante este período colaborou com o jornal universitário, na qualidade de crítico de cinema, passando eventualmente a editor-adjunto. Teve também a oportunidade de entrevistar Terry Gillian, o que favoreceu a sua contratação por uma empresa cinematográfica londrina. Aí passou os quatro anos seguintes à conclusão do seu curso, ascendendo até à posição de subeditor. Despedindo-se em 1993 com o intuito de fugir ao bulício de Londres e de se dedicar por inteiro à escrita, mudou-se para Edimburgo com a esposa, onde passou a trabalhar independentemente como subeditor, crítico de cinema e colunista para periódicos como o The Scotsman e o Evening News. Contribuiu também para publicações futebolísticas.
Em 1996 publicou o seu primeiro romance, Quite Ugly One Morning, uma sátira ao governo conservador britânico, em que Brookmyre descreve as aventuras e desventuras de um jornalista de investigação, Jack Parlabane, em cenários de violência inspirados nos jogos de computador que o escritor confessou utilizar com frequência.
O seu segundo romance apareceu em 1998, com o título Country Of The Blind, e no qual o autor dava continuidade às peripécias de Parlabane. Em Not The End Of The World (1998), Brookmyre contava a história de amor de uma atriz de filmes pornográficos em tons de ironia e absurdo.
Como referenciar: Christopher Brookmyre in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-24 02:31:01]. Disponível na Internet: