cianúria

A cianúria diz respeito à presença de uma coloração anormal da urina, que se apresenta com uma cor azul. Embora pouco frequente, esta situação pode decorrer de várias causas.
A urina resulta da filtragem do sangue a nível renal, sendo retirados deste diversos produtos que entraram no corpo por ingestão e foram posteriormente absorvidos, a nível do intestino delgado, para a circulação. Os corantes, que existem naturalmente nos alimentos (por exemplo, na beterraba) ou que são adicionados durante a confeção, podem assim ser excretados através da urina, conferindo-lhe diversas colorações possíveis.
Outra causa possível para uma coloração azul da urina, resulta da infeção por um microrganismo bacteriano, a Pseudomonas aeruginosa. Esta bactéria faz parte da microbiologia normal do solo, onde atua como saprófita, decompondo a matéria orgânica. No entanto, em condições particulares, esta bactéria pode-se assumir como um agente patogénico oportunista, infetando o homem. São particularmente vulneráveis doentes com problemas metabólicos, imunossuprimidos, doenças malignas ou sanguíneas, pacientes sujeitos a radioterapia, traqueotomias ou antibioticoterapia prolongada, entre outros. Frequente nas infeções hospitalares, pode desencadear infeções pulmonares, dos ouvidos, feridas, abcessos e queimaduras, assim como infeções respiratórias crónicas em pacientes com fibrose quística.
Uma das vias possíveis para o diagnóstico da infeção por Pseudomonas aeruginosa é a presença de cianúria, já que a bactéria produz um pigmento azul-fluorescente, a piocianina, que é excretado por via renal.
Problemas metabólicos podem também desencadear a alteração de cor da urina.
Indivíduos em que o metabolismo do aminoácido triptofano apresente alterações podem produzir metabolitos que dão um tom azul ao fluxo urinário, ao serem excretados.
A utilização médica de azul de metileno pode também desencadear um quadro de cianúria. Esta substância pode ser utilizada como um antisséptico urinário e diurético, administrado por via oral, corando intensamente a urina de azul. Pode também ser aplicado, como um corante orgânico, na exploração clínica de um quadro de fístula urogenital. Neste caso, é insuflado, através de uma sonda, na bexiga, inserindo-se um tampão ou gaze na vagina. Ao fim de algum tempo, a presença de corante no tampão permite o diagnóstico de uma fístula urogenital, devido à passagem de urina corada de azul para o interior da vagina.

Como referenciar: cianúria in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-21 06:23:28]. Disponível na Internet: