ciclo de Calvin

Conjunto de reações que ocorrem no estoma dos cloroplastos, durante a fase escura da fotossíntese, e que se inicia pela incorporação de dióxido de carbono na ribulose 1,5-difosfato (RuBP), reação catalisada pela RuBP carboxilase (Rubisco).
A fixação do dióxido de carbono à RuBP é seguida pela formação de duas moléculas de ácido fosfoglicérico ou 3-fosfoglicerato (PGA), as quais são reduzidas, com a hidrólise de ATP (trifosfato de adenosina) e a oxidação dos transportadores reduzidos no decurso da fase luminosa da fotossíntese, a duas moléculas de gliceraldeído 3-fosfato.
No fim de uma volta completa do ciclo de Calvin, a molécula de RuBP é regenerada. Para que se formem duas moléculas de gliceraldeído 3-fosfato são necessárias seis moléculas de dióxido de carbono, ou seja, seis voltas completas do ciclo de Calvin. As duas moléculas de gliceraldeído 3-fosfato são utilizadas como base para a síntese de moléculas mais complexas, como o amido e outros componentes celulares.
Como referenciar: ciclo de Calvin in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-07 01:49:18]. Disponível na Internet: