cicuta

Designação vulgar de plantas herbáceas do género Conium e da família das Umbelíferas.
A cicuta, Conium maculatum, é uma planta aromática, anual ou bienal, com caules cilíndricos, frequentemente manchados de vermelho, sobretudo na parte inferior, e que podem atingir dois metros de altura. É uma planta fétida venenosa. As folhas inferiores são glabras, bi ou tetrapenatissectas, com os segmentos ovado-lanceolados ou elípticos e pecíolos compridos. As folhas apicais são semelhantes às inferiores, mas de tamanho mais reduzido e pecíolos curtos.
As flores apresentam pétala brancas e reúnem-se numa umbela, bracteada. As umbelas terminais agrupam flores hermafroditas, enquanto que as laterais são constituídas por flores masculinas e hermafroditas. A floração ocorre entre os meses de abril e agosto. Os frutos são ovoides, achatados e glabros.
A cicuta encontra-se na região temperada do norte da Europa e Ásia e em Portugal continental nas sebes, margens dos rios, matagais, caminhos, etc.
A Conium maculatum é também conhecida por ansarinha-malhada, cegude, cicuta-maior, cicuta-terrestre e cicuta-de-Atenas.
Possui várias toxinas, como os alcaloides conidrina, conina ou cicutina, localizado especialmente nas células epidérmicas.
Outros exemplos de cicuta são a Anthriscus sylvestris (cicuta, cicuta-dos-bosques ou erva-cicutária) e a Aethusa cynapium (cicuta-menor, aipo-dos-cães ou salsa-bastarda).
Como referenciar: cicuta in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-18 21:24:27]. Disponível na Internet: