Cidade do Cabo


Aspetos Geográficos
Capital legislativa da África do Sul, a Cidade do Cabo situa-se no sopé da majestosa montanha de Mesa, na extremidade norte da península do Cabo. O seu clima possui estações bem definidas, correspondendo às características do clima temperado mediterrânico. O seu município metropolitano possui cerca de 3 200 000 habitantes (2006).

História e Monumentos A cidade foi fundada em 1652 como depósito de abastecimento dos navios holandeses, pelo comerciante Jan van Riebeeck, tornando-se a primeira colónia europeia na África do Sul. Antes disso, já o navegador português Bartolomeu Dias a havia mencionado, em 1486. A sua fortaleza, que data de 1666, é o edifício construído por europeus mais antigo da África do Sul. Em 1795, os ingleses ocuparam a cidade e, depois de um breve período de domínio holandês (entre 1803 e 1806), tornou-se capital da colónia britânica do Cabo. Com o nascimento da União Sul-Africana, em 1910, passou a ser a sua sede do poder legislativo, função que continuou a ter a partir de 1961 até ao presente em relação à República da África do Sul. A partir de 1948, com a instauração da segregação racial conhecida por "apartheid", a cidade promovia a exclusão dos negros. Contudo, era também a terra de diversos líderes do movimento anti-apartheid, tendo sido de um dos seus edifícios - a Câmara Municipal - que Nelson Mandela efetuou o seu primeiro discurso em liberdade, em fevereiro de 1990.

Aspetos Turísticos e Curiosidades
A Cidade do Cabo é um dos mais populares destinos turísticos da África do Sul, graças ao seu bom clima, beleza natural e razoáveis infraestruturas. Uma das suas mais notáveis atrações turísticas é a montanha de Mesa, cujo topo pode ser alcançado por escalada ou por teleférico. As suas praias são também muito visitadas. Relativamente às atrações culturais, destaca-se a Victoria & Alfred Waterfront, construída numa parte das docas da cidade, que agora é um dos locais preferidos do comércio, incluindo centenas de lojas e ainda o Aquário Two Oceans. Quanto à arquitetura, destaca-se o estilo "Cape Dutch", que combina tradições arquitetónicas de França, Holanda e Alemanha, sendo particularmente visível nos edifícios governamentais do centro.

Economia
A cidade constitui um centro industrial e o principal porto das terras agrícolas litorais. A forte presença governamental na cidade, que inclui o Parlamento nacional, levou a um crescimento da produtividade, especialmente de indústrias que servem o governo. A cidade assistiu também recentemente a um grande crescimento nos mercados da construção e do imobiliário. A maior parte das empresas de construção naval marcam a sua presença na cidade. O turismo é outra das suas mais significativas e lucrativas atividades económicas.
Como referenciar: Cidade do Cabo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-21 17:11:43]. Disponível na Internet: