cimbídio

Designação de plantas monocotiledóneas terrestres do género Cymbidium e da família das Orquidáceas que distribui pelas zonas temperadas e tropicais cerca de quatrocentos e cinquenta géneros e cerca de cinco mil espécies. Destas cerca de cinco mil espécies cinquenta são originárias da Ásia. A maioria dos Cimbídios cultivados é híbrida.
Os cimbídios, Cymbidium giganteum, são epífitos ou terrestres apresentando pseudobolbos bem desenvolvidos. A ele se ligam duas ou mais folhas coriáceas com nervação evidente. As flores associam-se em cachos laterais. As tépalas são sepaloides e petaloides geralmente semelhantes ou recurvando para fora. A tépala média superior, designada labelo, mais ou menos tubulada, é livre ou ligeiramente unida na base da coluna. Alguns híbridos e cultivares podem produzir numa única época de floração cerca de trinta flores que podem ser de cores diversas, como vermelho-escura, amarela, rosa, verde ou branca, e que abrem ao longo de várias semanas, desde o início do inverno até ao final da primavera.
O Cymbidium ensifolium é originário da Índia, China, Japão e regiões do Sudeste da Ásia. Na China, é já há séculos uma planta de vaso e a infusão das suas flores é utilizada para tratamento dos olhos.
Como referenciar: cimbídio in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-19 00:26:24]. Disponível na Internet: