Clemente VII (antipapa)

Antipapa suíço, chamava-se Roberto de Genebra e nasceu na cidade que lhe deu o nome, em 1342. Pertencente à família do rei de França, era irmão do duque de Saboia e tinha sido elevado à dignidade de cardeal em 1371, por Gregório XI. Desempenhou cargos de legado, sendo bastante empreendedor e militarmente dotado.
No início do pontificado de Urbano VI apoiou a sua legitimidade, até que o tratamento desabrido infligido sem critério por este pontífice o levou a passar-se para o lado cardinalício. Foi, assim, eleito (anti)papa em Anagni a 20 de setembro de 1378, tendo-se a sua coroação realizado a 31 de outubro desse ano. Governou até 16 de setembro de 1394.
Este papa tinha poderosos apoios neste cisma, entre os quais se contava o do seu corpo de mercenários e o da família de Anjou. Caído o Castel Sant'Angelo nas mãos dos partidários de Urbano, em abril de 1379, viu-se obrigado a fugir para Nápoles, embarcando depois para Avignon. Na ausência de Clemente VII, surgiu em Nápoles uma revolta (fomentada por Urbano) que depôs a rainha Joana, perdendo Clemente este valioso apoio. Clemente VII conseguiu que as dioceses de Estrasburgo, Constança, Alto Reno, Áustria, Baviera e do condado de Wurtemberg lhe jurassem lealdade.
A 23 de novembro de 1380 reuniu-se uma assembleia de clérigos em Medina del Campo (Espanha), para analisar as provas e julgamentos que até aí tinham sido emitidos pelas personagens mais relevantes sobre o cisma, para finalmente se decidir quem detinha a legitimidade. Antes desta data, Clemente tinha já enviado Pedro de Luna a Espanha, com o intuito de os persuadir da validez da sua causa. O resultado a que a assembleia chegou foi o da legitimidade de Clemente, que foi solenizada a 19 de maio de 1381, em Salamanca.
O (anti)papa estabeleceu-se em Avinhão, mas foi perdendo apoiantes (sobretudo depois da morte do rei Carlos V), surgindo uma ideia que obteve bastante adesão, sobretudo entre os professores da Universidade de Paris, que defendia a realização de um concílio para esclarecer o cisma definitivamente.

Como referenciar: Clemente VII (antipapa) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-21 17:36:32]. Disponível na Internet: