Cliff Robertson

Ator norte-americano, Clifford Parker Robertson III, de seu verdadeiro nome, nasceu a 9 de setembro de 1925 em La Jolla, Califórnia. Estreou-se no teatro no início da década de 50, fazendo o seu primeiro filme em 1956: Picnic (Piquenique), de Joshua Logan. No mesmo ano, estreou-se como protagonista, contracenando com Joan Crawford em Autumn Leaves (Folhas de outono), de Robert Aldrich. Fez depois The Naked and the Dead (Os Nus e os Mortos, 1958); Underworld U.S.A. (1961), de Samuel Fuller; The Best Man (1964); Up From the Beach (1965); ou Charly (1968), de Ralph Nelson, pelo qual venceu o Óscar de Melhor Ator, interpretando um atrasado mental que vê subitamente as suas capacidades intelectuais melhoradas.
Destacam-se, depois, os papéis em Too Late the Hero (Assim Nascem os Heróis, 1970), de Robert Aldrich; Three Days of the Condor (Os Três Dias do Condor, 1975), de Sydney Pollack; Obsession (Obsessão, 1976), de Brian De Palma; Midway (A Batalha de Midway, 1976); ou Star 80 (1983), de Bob Fosse, entre outros.
Em 1977, viu-se envolvido no escândalo de corrupção em Hollywood conhecido como "Hollywoodgate", tendo sido o denunciante do mesmo.
Para além de ter tido vários trabalhos na televisão como ator, realizou ainda para cinema os filmes J.W. Coop (1972) e The Pilot (1981), que também interpretou.
Como referenciar: Cliff Robertson in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-21 06:35:19]. Disponível na Internet: