clivagem (psicologia)

A clivagem é um mecanismo de defesa descrito por Melanie Klein e por ela considerado como a defesa mais primitiva contra a angústia. Neste mecanismo, há uma cisão tanto a nível do ego, como ao nível do objeto primário.
O objeto visado pelas pulsões eróticas e destrutivas cinde-se num "bom" e "mau" objeto, que terão então destinos relativamente independentes no jogo das introjeções e das projeções.
A clivagem do objeto opera particularmente na posição paranoide e incide sobre um objeto parcial. Serve para afastar o "mau" objeto e permitir a identificação com o "bom" objeto. Existe ainda a clivagem do ego que consiste numa defesa do ego, em que coexistem dois processos psíquicos de defesa em simultâneo: um voltado para a realidade, o outro negando a realidade em causa e colocando no seu lugar um produto do desejo. Este mecanismo é característico das psicoses.
Surge face a uma angústia provocada pelas pulsões de morte e funciona essencialmente para separar estas pulsões das pulsões de vida.

Como referenciar: clivagem (psicologia) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-03-30 11:01:19]. Disponível na Internet: