Coldplay

Banda britânica fundada em 1998, em Londres (Reino Unido), e composta por Chris Martin (voz, piano), Jon Buckland (guitarra), Will Champion (bateria) e Guy Berryman (baixo), jovens estudantes que se conheceram em 1996 no University College de Londres. Os quatro tocavam instrumentos desde a adolescência, colhendo influências de Bob Dylan, Neil Young ou dos Stone Roses. Decerto jamais imaginaram que, alguns anos passados, se tornariam a principal referência da música britânica. Em janeiro de 1998, dois anos depois de se terem conhecido, os quatro rapazes fizeram o primeiro ensaio, ainda hesitante e incerto. No final do ano surgiu a primeira atuação, num clube de Manchester, com apenas seis canções. Seguiu-se a edição do primeiro EP, "Safety", com quinhentas cópias, de onde retiraram o primeiro single da história do grupo: "Brothers and Sisters". Estas edições ficaram a cargo da Fierce Panda, uma pequena discográfica britânica. A recompensa maior veio mais tarde, um pouco antes da época final de exames dos jovens em 1999, com a assinatura de um contrato na etiqueta Parlophone. No âmbito desse contrato e durante o mesmo ano, o grupo lançou novo EP - "The Blue Room" - e single - "Shiver". Estavam semeadas as bases do primeiro longa duração.
"Parachutes" chegou às lojas do Reino Unido em novembro de 2000. Um mês mais tarde o disco mereceria a entrada no mercado americano. A promoção do álbum assentou no single "Yellow". A recetividade não poderia ser melhor, o álbum entrou diretamente para o primeiro lugar do top britânico, lá ficando durante todo o ano; o êxito prolongou-se durante o ano de 2001 e rendeu à banda três nomeações para os Brit Awards, galardões máximos da música britânica. Em fevereiro desse ano, a banda partiu numa digressão esgotada por terras americanas. Contudo, as frequentes constipações de Chris Martin levaram ao cancelamento de várias atuações e deram origem aos primeiros rumores de divisão na banda. Só no verão de 2001 a banda retomou a normalidade e conseguiu um êxito adicional com o single "Trouble". Posteriormente, o coletivo recolheu-se no estúdio para a gravação do segundo disco. "A Rush of Blood to the Head" apareceu em agosto de 2002. O som da banda ganhou uma consistência renovada graças à inclusão de hinos como "In My Place", "Clocks" e a balada "The Scientist". Este tema haveria de ultrapassar o sucesso de "Yellow", até então o tema mais mediático dos Coldplay. A digressão de promoção que sucedeu ao lançamento do disco haveria de suplantar as melhores expectativas e confirmar a banda como o símbolo de um conceito global de música. O álbum, além de ter sido muito bem recebido pela crítica, entraria diretamente para o primeiro lugar das tabelas de vendas do Reino Unido e para o quinto posto nos Estados Unidos da América. No início de 2004, "A Rush of Blood to the Head" já tinha passado a cifra de 9 milhões de cópias vendidas, rendendo ao conjunto britânico 17 prémios, entre os quais três Grammy. O êxito europeu do grupo propagou-se ao território americano, onde a banda havia de esgotar cerca de 150 atuações, incluindo salas míticas como o Hollywood Bowl e o Madison Square Garden. Além do mediatismo, a banda manteve um espírito crítico vivo, associando-se recorrentemente a ações de caridade e de defesa do ambiente e a protestos anti-globalização.
Em 2005, a banda retomou o trabalho de estúdio com o intuito de gravar o terceiro álbum de originais.
Como referenciar: Coldplay in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-07 10:39:53]. Disponível na Internet: