Comores

Geografia
País insular da África Oriental. Situado na parte norte do canal de Moçambique, é composto por três ilhas principais que abrangem uma superfície total de 2170 km2. As três ilhas mudaram de nome a seguir à independência: Njazidja, antiga Grande Comore; Mwali, antiga Mohéli; e Nzwami, antiga Anjouan. As maiores cidades são Moroni (ilha Njazidja), a capital, com 63 700 habitantes (2004), Mutsamudu (ilha Nzwami), com 32 400 habitantes, Mitsamiouli (ilha Njazidja ) com 22 700 habitantes, Domoni (ilha Nzwami), com 20 100 habitantes, e Fomboni (ilha Mwali), com 14 000 habitantes.
As ilhas são de origem vulcânica e estão rodeadas de recifes de coral.
Clima
O clima, de feição tropical, é marcado por duas estações distintas: um período fresco e seco, de maio a outubro, e outro quente e húmido, entre novembro e abril, com abundantes chuvas de monção.

Economia
As ilhas dependem muito do investimento estrangeiro As principais culturas são a banana, o coco, a mandioca, a copra, o milho, o arroz, o cravo-da-índia, a baunilha, o café, a canela e a batata. A indústria extrativa resume-se à areia, à brita e ao coral, sendo este último utilizado moído para a construção local. Os principais parceiros comerciais das Comores são a França, a Alemanha, os Estados Unidos da América e Madagáscar.
Indicador ambiental: o valor das emissões de dióxido de carbono, per capita, (toneladas métricas,1999) é de 0,1.

População
A população é de 690 948 habitantes (est. 2006), o que corresponde a uma densidade populacional de 309,31 hab./km2. As taxas de natalidade e de mortalidade são, respetivamente, de 36,93%o e 8,2%o. A esperança média de vida é de 62,33 anos. O valor do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,528 e o valor do Índice de Desenvolvimento ajustado ao Género (IDG) é de 0,521 (2001). Cerca de 98% da população corresponde a naturais das Comores (mistura de bantos, árabes e malgaxes) e os restantes 2% são Macuas (bantos da África Oriental). A religião muçulmana é a praticada pela quase totalidade dos habitantes. As línguas oficiais são o francês e o árabe embora o dialeto das ilhas também seja falado.

História
As ilhas Comores foram administradas pela França, mas a partir do século XIX foram negligenciadas pelo colonizador. Em 1975, tornaram-se independentes e passaram a formar a República Federal Islâmica das Comores. No que concerne ao regime político, o país é uma república federal islâmica em que o primeiro-ministro governa com uma assembleia legislativa.
Como referenciar: Comores in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-19 15:51:47]. Disponível na Internet: