complexo (química)

Um complexo consiste num composto no qual moléculas ou iões formam ligações coordenadas com um catião metálico central ligado a uma ou mais moléculas ou iões que se aglomeram à sua volta. O catião metálico designa-se por átomo central do complexo e os aniões ou moléculas aglomerados à sua volta denominam-se por ligandos.
Os complexos podem ser um ião positivo negativo ou uma molécula neutra.
Como exemplos de complexos podem ser referidos o ião diaminoprata [Ag(NH3)2]+ e o ião tricianocuprato (I) [Cu (CN)3]2-. Um complexo é um composto que se distingue de qualquer outro, pelo facto de tanto o ião central como os ligandos serem capazes de existir independentemente como espécies químicas estáveis.
O catião metálico central estabelece com os ligandos ligações simples em número superior ao valor da carga (número de oxidação) dele próprio.
Os metais de transição apresentam grande tendência para formar complexos. O número de ligandos diretamente unidos ao ião metálico num ião complexo denomina-se por número de coordenação do metal. Os números de coordenação mais frequentes para os elementos de transição são 4 e 6, embora também sejam comuns 2 e 5.
Os ligandos que só estabelecem uma ligação com o átomo central denominam-se monodentados e os que mantêm mais do que uma ligação dizem-se bidentados, polidentados ou quelatos.
Os complexos que se formam são frequentemente coloridos. O pigmento verde da clorofila e a hemoglobina são exemplos dessa característica.
A aplicação dos complexos é vasta, indo desde o uso doméstico até à medicina à indústria.
Como referenciar: complexo (química) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-26 00:38:19]. Disponível na Internet: